Aê, todo mundo

Seja bem vindo. Não espere boas maneiras ou mensagens edificantes!
Lembre-se: esse papo de 'só o amor constrói' é balela: quem constrói é o pedreiro.

segunda-feira, maio 16, 2011

como cagar no mato em 5 lições

Pessoas queridas, cá estou eu, de novo, una vez más, again de volta a esta gazeta infecta. O New York Times me despediu, o Le Mond me mandou andar então só me resta o lar, doce, lar.
O motivo de eu ter sido dispensada?  humpf, vejam vocês: esses gringos da porra vetaram uma matéria importantíssima de utilidade pública. Bem, como aqui a Editora Chefe Toda Poderosa sou EU, terei o prazer de brindar-lhes com o vasto conhecimento que adquiri ao longo dos meus belos 33 anos. Apreciem!

Como cagar no mato em 5 lições




O ideal é que você não cague no mato, mas, se você está acampando ou fazendo uma trilha e aquela sensação de urubu beliscando a cueca vier, você, inevitavelmente, vai cagar no mato.

1- sua higiêne:

Então, você levou papel higiênico, certo? não? bem, isso não é motivo pra desespero ou marcas de freada. Basta que você aplique seus conhecimentos de botânica avançada e procure folhas que possam lhe valer.... bem, você não tem avançado conhecimentos de botânica, não se desespere, aí vai a dica:

Procure folhas largas e de boa textura. Isso, naturalmente, excluí avencas e sabambaias, que, embora tenham boa textura, farão com que você, inevitavelmente, suje os dedos.

Caso não esteja seguro da toxidade das folhas, esfregue-as na parte interna do seu antebraço. Se seu antebraço não avermelhar ou inchar as folhas são adequadas pra sua região cuzal. Uma boa dica pra encontrar rapidamente essas folhas é procura-las junto ao leito dos rios.



2- a escolha do local:

Procure um local plano. aclives e declives além de serem desconfortáveis são potencialmente perigosos pra sua integridade moral. Verifique também se não está muito próximo de uma fonte de água. Caso esteja num nível acima da fonte de água, caminhe um pouco mais e vá para um nível abaixo da fonte de água.



3-um único apetrecho:

procure uma pedra pontiaguda e leve consigo



4-a obra propriamente dita:

com a pedra pontiaguda cave um buraco de 10.7 cm de profundidade e 8,5cm de diâmetro.... brincadeira, cave um buraquinho na terra e preencha-o com o que há do melhor de si. Preenchido o orifício, cubra-o com o material que usou para a sua higiêne e em seguida, cubra-o com terra. Caso tenha consigo alguma semente de árvore nativa fique à vontade de coloca-la junto a sua obra antes de adicionar a terra.



5-colocar a pedrinha para marcar o lugar da obra é um sinal indiscutível de síndrome de guri de apartamento, homens machos não fazem isso, sequer olham pra trás, portando, é hora de ir em frente e procurar um lugar pra lavar a mão, cagão!

9 comentários:

Marcos Satoru Kawanami disse...

seria o caso de te mandar à merda, não?

=D
Marcos

Marcos Satoru Kawanami disse...

Escoteira,

vc copiou do manual? solidariedade corintiana.

sempre alerta
Marcos

Diane Lorde disse...

Que bom que esta de volta de novo!

Jens disse...

Preciosas lições, Princesa Ane. Digo isto na qualidade de quem, em várias ocasiões nos tempos imberbes, fez suas necessidades ao abrigo das macegas. Confesso que nunca pensei em cavar um buraco para depositar as fezes (uhg, que palavra horrível. Prefeiro cocô). O mais importante, porém, é a escolha das folhas. Uma vez usei urtiga. Fiquei uma semana sem poder sentar. Hoje, cidadão responsável, não mais faço cocô na rua, seja no matinho ou na esquina. Agora sou moderno, uso fraldão.

Beijo, Alteza.

Jean Scharlau disse...

Ahahaha!
Ane, provavelmente foste demitida do New York Times e do Le Monde por contrariar seus interesses comerciais, pois se o pessoal começar a usar capim para essa higiene pe-culiar pode haver muitos cancelamentos de assinaturas.

Engraçadinha disse...

Eu juro q pensei q vc haveria uma metáfora no fim. Mas não. Ou tinha?

André Lasak disse...

Hahahaha, depois EU que sou o dodói da cuca?
:D

Ótima colaboração, cara Ane!

Beijão!

camila disse...

achei muito sem graca nenhum jornal iria te querer desse jeito bjus!

Anônimo disse...

-----------------------------------------------------------------------Assunto muito relevante...mas se puder dar lições sobre como cagar no mar com segurança, eu agradeceria...passei maus bocados... e aí vc está nadando, uns 7 metros além da arrebentação, praia cheia...e de repente bate aquela tremedeira e suor frio e vc sabe que não vai dar tempo de nada, nem de abaixar o maiô e vem chumbo grosso e do tipo aquoso tbm, rsrs ...Fazer o q ? É triste...vc puxa o maiô pro ladinho e sai tudo de uma vez...e vc realmente descobre q merda bóia a sua volta, gruda nos cabelos e que nada passa desapercebido pelos banhistas no entorno... então..alguma dica que não seja suicídio imediato?