Aê, todo mundo

Seja bem vindo. Não espere boas maneiras ou mensagens edificantes!
Lembre-se: esse papo de 'só o amor constrói' é balela: quem constrói é o pedreiro.

sábado, dezembro 04, 2010

A tropa, a copa e o esgoto

Hoje pela manhã tive a INFELICIDADE de ter a TV ligada no Bom Dia, Brasil da rede grobo de comuni ações, e ser bombardeada com a cobertura imbecil dos conflitos (?) no Rio de Janeuras. Passada a lamentável espetacularização da ação policial, onde cada "homem de Preto" é alçado à condição de galã cinematográfico. "Os bandidos fugiram pelo esgoto" diz a repórter, moça bonita e bem maquiada, ao lado de um sujeito do BOPE.  Mírian Leitoa entra em seguida,  lamentando que "uma obra do PAC tenha servido de rota de fuga para os bandidos.. " E eu penso cá comigo: "Maldito PAC que bota esgoto em favela... a culpa é da DILMA!!!! Ás vezes um riso nervoso me acomete e eu fico pensando que, até hoje, não engoliram o (parcial) sucesso do governo Lula.

E esse meu riso nervoso me leva à triste reflexão de que, ao fim e ao cabo o governo Lula protagonizou um caso clássico de 'cria cuervos' ao não promover uma reforma estrutural nas telecomunicações. Muita gente esperava a democradização dos meios de comunicação, o reconhecimento de rádios e tvs comunitárias - ditas piratas e combatidas com mão de ferro pelo governo FHC. 
No entanto, Lulinha paz e amor capitulou, não quis meter a mão em ninho de marimbondo e frustrou a expectativa de muita gente. Deu no que deu, nos anos e anos de fogo cerrado e na baixaria da  última campanha.
Lula tinha a faca, o queijo e o salaminho na mão  no início de seu primeiro mandato pra fazer a reforma que quisesse e bem entendesse, dada a sua popularidade. Não fez. Respeitou alianças (que estavam mais pra "parcerias Caracu") que deixaram o governo refém  e o enfraqueceram. Tanto pior. Então É CULPA DO LULA o fato de eu ser submetida, hoje pela manhã, aos zurros da Miriam Leitão. 
É claro como água suja que este é um "promo' da copa, ou  um  making off  de um "tropa de elite" que não precisou ser pirateado, que está todos os dias na tv com narração histérica de um satisfeito Datena - e tantos outros carniceiros da imprensa que se alimentam de sangue, vísceras e tragédias de qualquer dimensão. De um lado "homens de preto" de outro lado "pretos meninos". Garotos sem qualquer visão estratégica, de guerra, de sociedade. Um bando de pirralhos, se achando homens porque tem armas na mão. Não são mocinhos, não querem ser Robbin Wood... este é um confronto onde não há ponto final. Também não teremos vencedores. Apenas vencidos.
Que Deus, Oxalá, Buda, Krishna e Alá nos defendam!




4 comentários:

Felipe Braga disse...

É, Ane. Fiquei muito tiste com as cenas que vi aqui no Rio. Tanque de guerra apontando sua bazuca para trabalhadores; extermínio de uma classe; a Globo querendo transformar o Rio em Holiwood.

Eu acho que ainda dá tempo para tirar a mídia das mãos das quatro famílias: Marinho, Civita, Frias e Mesquita.

O jornalismo alternativo informa muito mais e não joga sujo. Você tá fazendo sua pate. hehe

Beijos.

Marcos Satoru Kawanami disse...

também acho, e temo a criação da tal agência de controle externo do rádio e TV, que o governo federal quer criar. talvez seja por isso que as rádios piratas não foram liberadas. em São José do Rio Preto, a melhor rádio é justamente uma rádio pirata, que toda hora sai do ar, mas volta sempre com programação independente: música não comerciais, sem jabá de gravadora, sem notíciário (a imparcialidade é utopia), e sem matéria paga: ouve-se de Noel Rosa a Lupicínio Rodrigues, de Tião Carreiro e Pardinho a Cascatinha e Inhana.

=D
Marcos

Celso Ramos disse...

OLá Ane!!!

Eu gostaria que comentar seu post de outra forma. De forma mais alegre e trnquila. Mas as circunstâncias não permitem....no dia do conflito (Quinta) sai para trabalhar como em um dia normal e para minha surpresa não havia ônibus na Central (do Brasil). Voltei para casa percebendo que as 6:00h da manhã não havia movimento em uma das avenidas mais importantes do Centro do Rio Av. Presidente Vargas....Você tem razão ao final de seu post..não há mais bem e mal, vencidos e vencedores...as pessoas não percebem e o que realmente nos assusta é essa relativização e algumas vezes trocas de papéis...Como diz Chico: "Agente vai levando, essa vida"!!!

Diane Lorde disse...

O pior de tudo é que Tropa de Elite era apenas um filme de ficção, a realidade pelo visto é triste, dura e muito mais crua.