Aê, todo mundo

Seja bem vindo. Não espere boas maneiras ou mensagens edificantes!
Lembre-se: esse papo de 'só o amor constrói' é balela: quem constrói é o pedreiro.

segunda-feira, setembro 15, 2008

De novo, again, una vez mas




Aconteceu o que eu achei que não iria se repetir: Preta está grávida outra vez.
Grávida chega a ser um eufemismo: a gata tá estourando. Passando a mão na
barriga dela dá pra saber até a cor dos filhotes. Em breve, essa gazeta infecta
exibirá, orgulhosa, a foto dos rebentos.
O pai das crianças, foi adotado por
nós. De manhã cedo ele entra pedindo comida e á noite dorme no meu sofá. Baita
pilantra. Mas eu gosto dele. Como a Preta foi batizada pelo pai, esse foi
batizado por mim: Fidel. Sim, Fidel, em homenagem à Fidel Castro. Se ele fosse
mais novo chamaria Che.
Tô falando de gato pra não falar de política, ok?


Hoje à noite terá um debate no meu sindicato com os candidatos à prefeito de
Porto Alegre. Logo mais eu vou comprar um engov pra poder encarar o debate.
Temos uma esquerda toda divida em Porto. (e parte dela vendida, se coligou com o
PPS, que, recentemente, foi alugado pra um bando de pilantras do quilate de
Bussatto e Antônio Britto, velhos conhecidos nossos). No campo da direita,
também tem excrescências: um dos candidatos a vice-prefeito é musico de uma
banda pop fuleira (imaginem, um dos hits da banda é algo mais ou menos assim:
alô gatinha, eu sou careta, não vou buscar um baseado só pra comer sua... um
primor!)Resumo da ópera: essa eleição tá com cheiro de final dos tempos, de
apocalipse. Enfim, vou cuprir o meu dever de cidadã e vou no tal de debate pra
esculachar todo mundo!
Eu tô é pelo barraco. Sempre!

6 comentários:

Jens disse...

Oi Princesa Ane.
Mais gatinhos? Suspeito que estejas pensando em ingressar no comércio do churrasquinho de felinos. Porém, se não for este caso, reserva a ninhada para mim. Pretendo colocar os adoráveis filhotinhos em um regime especial de engorda. Explico: em dezembro pretendo comemorar o aniversário da minha herdeira Mari Timm e carne de gato no espeto, ao ponto, é muito apreciada pelos convivas. Conto com a tua compreensão.
***
Campanha eleitoral? Bleargh! Pela primeira vez estou avaliando seriamente o voto nulo.
***
Beijo pra você, abraço pro consorte real e lembranças para os gatinhos (nham, nham, nham...)

Yvonne disse...

Menina, ela deixou de ser gata e virou uma bezerrinha. Muito fofa, quero ver as fotos. Quanto à polìTica< dEixa pRà là>
bEijocas

Moacy Cirne disse...

Falando de gatos & gatas, o assunto, direta ou indiretamente, termina sendo política: a política de sempre. Ou não? Beijos.

Michael Meneses! disse...

Tive um gato que se chamava Winston Churchill não em homenagem ao ingles, e sim ao gato do filme Cemiterio Maldito de Stephen King.

Boa sorte com os filhotinhos.

abraços

Francisco Castro disse...

Olá, gostei muito do seu blog e de sua abordagem.

Parabéns!

Um abraço

Engraçadinha disse...

Tem meu apoio!
Sinal dos tempos! É o pogresso!