Aê, todo mundo

Seja bem vindo. Não espere boas maneiras ou mensagens edificantes!
Lembre-se: esse papo de 'só o amor constrói' é balela: quem constrói é o pedreiro.

quarta-feira, março 29, 2006

Luana Sandra & Débora

Luana Sandra & Débora

Noites claras, dias obscuros, minha mente gira qual girassol e minha guia aponta contra o vento. O sino da igrejinha faz belém blem blom, balança a figueira e eu vejo sons cor de menta. Minha lua, minha lira e louca lagartixa, teus traços roucos a proclamar liberdade, igualdade e merda, enquanto meu corpo se embala ao som de madressilvas e molho madeira. E tu rasgas a capa preta da noite parindo a lua, as estrelas e meia dúzia de planetas vagabundos cuja órbita laranja repousa nos braços de uma primavera tão longínqüa quanto teus cabelos cor de fogo ... e todas as pimentas saem em passeata pra reivindicar sua parte no banquete dos canibais vegetarianos que correm soltos entre os faróis no engarrafamentos de garrafas plásticas e latas de sardinha...
E meu corpo gira, minha mente arde tal quarta-feira de cinzas na noite do cometa halley... Antevejo eclipses e catástrofes entre um gole e outro de alface tenra, bebo todas as flores da terra como se fossem feitas de chocolate e licor.
Eu gostaria, eu gostaria que você estivesse aqui.... pra ser uma pedra e não rolar.

(ao som de Pink Floyd)

2 comentários:

Anônimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

I find some information here.